O Valor do seu Tempo para chegar aos 100 anos de Idade

O Valor do seu Tempo

O Valor do seu Tempo para chegar aos 100 anos de Idade

Você tem um valor exato para o valor do seu tempo? Já parou para pensar nisso quando costuma dar aquela clássica desculpa: Não tenho tempo!

Quantas vezes já ouvimos isso, quantas vezes já falamos isso de forma até mecânica. Mas a verdade é que todos temos o mesmo número de horas todos os dias, igual a todas as outras pessoas do mundo.

Tempo é o recurso mais igualitário que existe, todos tem exatamente o mesmo. Mas a grande diferença está no que fazemos com ele.

O modelo mais comum de remuneração é a troca do tempo por dinheiro, simples assim. Mas quanto vale uma hora da sua vida? Se você ganha R$ 3.000,00 e trabalha 160 horas por mês, que vai dar 20 dias trabalhados a sua hora vale R$ 18,75.

Aí quando falamos que não temos tempo para uma série de coisas, é bom lembrar quanto cobramos por nossa hora, por quanto vendemos o nosso tempo. Muitas vezes eu mesmo disse que não tinha tempo para fazer exercícios, que estava cansado, ocupado com algum trabalho ou outra desculpa assim. E em vários casos estava mesmo, vendendo 1 hora por R$ 18,75 ou até menos.

E não é só exercícios, alimentação também é outro fator crítico. Para mim comer bem não é caro, só dá mais trabalho. É preciso descascar, picar, cozinhar, estar constantemente comprando alimentos frescos ao invés de comprar em grande quantidade e estocar. E isso custa tempo também.

A família também nos cobra, já deixei de ir em eventos familiares por estar vendendo horas. Festas, casamentos, aniversários, entre outras coisas. Não apenas isso, quantas vezes eu estava lá jogado no sofá sem energia nenhuma e minha filha queria brincar. Não tinha forças para brincar com ela e dar atenção, pois já tinha vendido tudo que eu tinha.

O valor do seu tempo

O problema é o Modelo

Mas o curioso disso tudo é que percebi que o problema não era eu, não era as necessidades do meu corpo ou da minha família. É o modelo mental em que eu vivia. Como não conhecia outra coisa, entrei neste modelo de venda de tempo. Mas isso não é o único modelo, existem outros.

Melhor do que vender o tempo, venda o valor do seu trabalho. O que ele agrega para a vida das pessoas, do seu cliente, para o mundo. E a sacada mais interessante disso é que se você entrega valor mais rápido, melhor ainda, pode cobrar mais por isso.

Imagine o seguinte, se você consegue construir uma casa em um ano e cobra X, conseguindo fazer em 6 meses você pode cobrar o dobro, e não a metade. Pois tempo é algo de valor para seu cliente também.

Entendendo isso comecei a mostrar o valor do meu trabalho para as pessoas. Ao invés de simplesmente me posicionar como mais um oferecendo fazer uma tarefa por dinheiro.

O nosso tempo tem um valor imenso, e deveria ser uma da últimas coisas a se vender. Afinal os cuidados com a nossa saúde física, mental, emocional e financeira não podem ser comprados facilmente. São investimentos de longo prazo que exigem aportes diários para que possamos viver muito em todos os sentidos. Se vendermos nosso tempo de forma leviana é impossível chegar aos 100 anos com saúde.

Compartilhar este post